Como ser Au Pair

Desde os meus 17 anos sempre tive vontade de ser au pair. Eu amo crianças, viajar e novas culturas então isso seria o match perfeito para mim. Porém a vida foi tomando rumos diferentes e essa oportunidade nunca apareceu até que…

Em 2014 estava fazendo um intercâmbio na China e iria voltar paro o Brasil, porém eu não queria de jeito nenhum ficar morando no país, estava sem perspectivas, etc. Meu namorado surgiu com a ideia e tomamos a decisão de ir pra Europa, mais especificamente para a França pra fazer uma nova faculdade ( Por quê a França? Saiba aqui ). Eu nunca tinha pensado realmente em morar na Europa, nunca tinha pisado ali e no momento eu estava muito apaixonada pela Ásia.

Além disso meu namorado tinha cidadania europeia e não precisaria de visto. Mas o que eu iria fazer? Não falávamos francês, não tínhamos muita grana, nem trabalho e eu precisaria de um visto antes de entrar na universidade. Foi então que a ideia de ser au pair voltou à minha mente e comecei a pesquisar MUITO sobre isso.

Se você, mina ou boy, quer ser pair esse é O site https://www.aupairworld.com/en . Sim, o famigerado aupairworld.com .

Após pesquisar e conversar com várias famílias por meses eu encontrei um jovem casal com um bebê na região da Alsacia, nordeste da França, na fronteira com a Alemanha e a Suiça. Conversamos por meses até que assinamos o contrato e cuidamos de todos os trâmites. Simultaneamente o meu namorado encontrou um hostel  próximo de onde eu iria morar, onde ele poderia trabalhar e morar.

Como o francês não era um pré-requisito para essa família, mas sim falar espanhol e inglês (cada família tem seus pré-requisitos relacionados a idade e idioma então mesmo que você não fale a língua de um determinado país você poderá encontrar famílias lá), antes da viagem eu fiz uns 2 meses de curso intensivo no Brasil, mas quando cheguei não sabia muita coisa ainda. Comecei a ir para as aulas, mas dentro de casa falávamos só em inglês e espanhol até o terceiro mês.

Sinceramente eu vejo muitas vantagens de se fazer o programa quando se está numa boa família. O primeiro deles é a questão do aprendizado e imersão na cultura. Digamos que você vai passar um ano estudando ou trabalhando num país. Você vai morar provavelmente sozinho e ter contato com vários estrangeiros, mas nunca vai viver a cultura todo dia, 24h por dia como a possibilidade de morar com locais te permite. Além disso você economiza muita grana e de quebra faz amigos e contatos. Lógico que tem desvantagens, especialmente em termos de privacidade, mas ainda assim eu acho que vale a pena.

Legislação para au pairs na França:

– O país possui uma opção de visto estudante e au pair junto, ou seja, você precisará obrigatoriamente frequentar as aulas e trabalhar no limite de horas permitido por lei.

– A média de horas trabalhadas é de 25h-30h semanais, normalmente 5hrs por dia e os fins de semana livres, mas isso pode variar de acordo com as necessidades da família. Ah, a au pair também tem férias e feriados remunerados.

– “L´argent de poche” ou “pocket money”é como é chamado o salário das au pairs, significa literalmente “mesada” já que não se pode chamar de salário. Cada país tem sua média de pocket Money variando de acordo com o custo de vida local. Na França o habitual é de 300 € mensal, sempre pagos semanalmente. Na minha opinião pessoal não é muito mas é o suficiente para viajar, sair e comprar roupas (depende sempre dos hábitos de consumo de cada um).

Caso você esteja pensando em ser au pair na França e quer saber de algo mais, let me know 😉

 

5 thoughts on “Como ser Au Pair

Add yours

  1. Muito legal o post! Tenho interesse em me tornar au pair assim que terminar a faculdade aqui no Brasil, porém ainda tenho muita dúvida quanto ao local para onde ir. Havia pensado nos EUA por conta das agências que oferecem um maior suporte, mas adoraria morar na Europa. Você acha melhor ir sem agência?

    Liked by 1 person

    1. Obrigada pelo seu comentário! Como eu já conhecia o site aupairworld acabou que nem cogitei procurar em outros lugares ou agências porque no site já tinha muitas famílias. Eu acredito que agência não deve ser um fator impeditivo pra você deixar de vir pra Europa. Acredito que o site é seguro, mas claro, é sempre bom ter bastante tempo pra ir conversando com as famílias por meses e fazer Skypes pra conhecer melhor. Uma coisa que observo é que em países como EUA ou UK onde há uma certa “banalização”/”popularização” do intercâmbio de au pair acaba tendo muitos problemas e exploração, mesmo com agências. Boa sorte!

      Liked by 1 person

  2. Amiga, eu quero!! fiz o meu perfil hoje no aupairworld kkkk mas pretendo ficar pouquinho, só pra aprimorar o francês e ir visitar vcs 🙂 me da umas dicas kkk

    Liked by 1 person

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

Blog at WordPress.com.

Up ↑

%d bloggers like this: